10.05.13 - Dia 24

Tieflehn (A) -  Vaduz (FL - Liechtenstein) - 180 km
Amanheceu nublado, mais frio, garoando. Dia propício para virar de lado e continuar na cama, mas era chegada a hora de partir e lá vamos nós.
O café da manhã foi mais reforçado porque não íamos parar para almoçar. 
Mesmo estando quase tudo arrumado sempre demora um tempo.
Descemos o Vale do Pitztal até Imst e de lá para auto-estrada. Quando está chovendo é sempre melhor ir pela auto-estrada, com tempo bom vamos pelas estradas secundárias, mais bonitas, passam por dentro das cidades e vilarejos e muitas curvas, curvinhas e mais curvas.
Não me lembro se já falei sobre pedágio: na Alemanha não se paga pedágio; na Áustria você compra um selo e cola no parabrisa por x dias, por exemplo, compramos por 10 dias e pagamos 9 euros, bem em conta, se compararmos que de Porto Alegre a Jaguarão só de ida são 5 pedágios gastando mais de R$ 40,00 e as estradas nem tem nível de comparação.
Para dizer que na Áustria não se paga pedágio além do selo (vignette) hoje pagamos para atravessar um túnel de 15 km. Hoje foi mais por túnel que por rodovia aberta, de 7, 3, 4, 1km. 
Fomos até Feldkirch e passamos a aduana (direto e reto) para Liechtenstein: Principado e/ou micro-estado. É o 5º colocado entre os países minúsculos: tem 160 km²: 25 km de comprimento x 12 de largura, 36.000 habitantes, densidade de 205 hab/m² e um PIBão de 3 bilhões de euros, o que dá uma renda per capita altíssima. Indústria altamente desenvolvida: química, instrumentos de precisão, produtos odontológicos, conservas, etc. Diz a "lenda" que aqui tem registrado 75.000 indústrias. Fiquei impressionada com esse número, acho que se todas as salas do Principado forem ocupadas não dá para encaixar essas 75.000 empresas?!?! É o país com mais empresas internacionais por habitante. Diz a "lenda" também que é uma grande "laundry", o governo cobra até 18% por cada empreendimento e só, nada de mais penduricalhos e mais impostos em cascata. Fiquei deveras impressionada com esse país.
Além do turismo eles também ganham $$$ com a indústria do "Sêlo postal", com uma longa história de correios a atravessar essas montanhas desde priscas eras.
Fomos no Museu Postal e do Sêlo, muito caprichado, bonito e diferente.


O Túnel de 15 km




Rathaus = Prefeitura

Goethe esteve em "quase" todos os lugares

Maquete do Castelo

"Gordinha" do Fernando Botero


Ig. St. Florian


A família Liechtenstein mora num palácio no alto da montanha e é dona 
dessas terras desde o século 15. Dizem que do alto do castelo o Soberano enxerga Todos os seus domínios...que maldade!
Tem também uma rua de pedestres com lojas de grife, entre elas a Rolex, museus, a catedral de St. Florian: gótica, de 1868, belíssimos vitrais e órgão.
E chineses, meu Deus como tem chineses por aqui. Acho que eles já estão se esparramando em seu país, já não cabem mais por lá. Tem muito turista e muitos moradores.
Tem também uma política de incentivo à natalidade e o número de jovens ultrapassou o de idosos (18% a 12%).
Ufa! Escrevi tanto sobre esse país porque os números impressionam.
O dinheiro aqui segue a Suíça: usam o Franco Suíço.
A capital é Vaduz e ficamos no camping em Triesen, tem que tomar cuidado para não sair do país sem perceber.
O camping foi bem caro, compramos o segundo adaptador e com chuva foi bem chato de estacionar o MH na grama encharcada.
Almoçamos o macarrão de ontem e abrimos a primeira garrafa de vinho.
Sem mais delongas saímos para conhecer Vaduz, fomos de ônibus circular.
Como tudo já estava fechado fomos bater pernas, fazer reconhecimento da cidade para amanhã.
Antes de voltar entramos no mercado para comprar pão e queijos,mas veio a senhora do caixa e nos colocou prá fora, que o mercado estava fechado e além do mais não aceitava euros. Bah! sem pão e sem queijo voltamos para o camping.
Pagamos 10 euros pela internet mas está uma bomba e sem condições de usar.
A quantidade de pessoas que viajam com cachorro no MH é muito grande, as vezes mais de um e sempre grandes.
Jantamos sopa "da lata". Agora Silvano faz sudoku e eu faço planos olhando e revirando os mapas e folhetos que tenho.
Marília também não tem boas notícias lá do Espírito Santo. Força minha amiga!
Boa noite a todos e bom dia!    
    

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

75.dia - Registro (SP) - Florianópolis (SC)

44.dia - Serro - Milho Verde - São Gonçalo do Rio das Pedras - Serro

09 a 14-10-2017 - POA - Frankfurt - Madri