30 e 31.08.13 - Dias 136 e 137 - Lisnaskea (Irlanda do Norte) - Galway (Irlanda)

Sexta-feira chuvosa e ventosa ... 
Novo país: Irlanda, guardamos as libras, resgatamos os euros (quando viemos para cá nos valiam bem mais, essa "inflação" no Brasil está a nos querer quebrar ... vamos ver).
E vamos tirar mais uma folhinha do calendário: Tô me guardando para quando Setembro chegar ... Saudades de São José do Herval, entre outras saudades!

Alguns locais por onde passamos ficou um gostinho de quero mais, foi um "petisco" apenas, outros foram o "prato principal" e outras valeram mesmo que fosse o tempo de "um café e/ou capuccino". Foram muitos locais e cada um teve a sua particularidade, o seu encanto. 
Ficamos apaixonados por todos os recantos! 

Saindo da Grã-Bretanha e voltando para a Comunidade Européia: da Irlanda do Norte para a Irlanda não tem controle de fronteira. Passamos batido e na primeira cidade abastecemos o MH, agora voltando a pagar em euros que é mais em conta que em libras...

Irlanda: oficialmente República da Irlanda, Éire (irlandês), Ireland (inglês) Com 5 milhões de habitantes, capital Dublin, ocupa 5/6 da Ilha da Irlanda.
De 1995 a 2007 ficou conhecido como "Tigre Celta" pela rápida expansão da economia. Nessa época a cidade de GORT, ficou conhecida como "Pequeno Brasil", tamanha a quantidade de brasileiros, especialmente goianos de Anápolis que vieram para trabalhar. 1 em cada 3 moradores eram brasileiros. Atualmente essa situação já mudou e a grande maioria voltou para casa.

A paisagem de hoje não difere muito, afinal tudo faz parte de uma só ilha, separadas apenas politicamente. Paisagem rural, propriedades e cidades pequenas, aliás aqui nem tem espaço para latifúndios .
Atravessamos em diagonal para chegarmos a Galway, cidade beira-mar ... Oceano Atlântico.
Quando estávamos fazendo o check in no camping um senhor nos alertou que o MH estava vazando combustível e não era de pouquinho não! Vazava um bocado. Mas o "faz-tudo" Silvano olhou, descobriu e consertou o problema. Saiu barato o conserto. Não saímos essa noite por preguicinha. O camping fica a 4 km do centro e já sabemos que vai ventar muito pela proximidade com o mar. Mas a paisagem compensa o chacoalhar...


Aqui também gostam de golfe
Galway : cidade mais irlandesa da Irlanda: em gaélico Gaillimh, capital do condado de mesmo nome. A cultura, literatura, teatro sobreviveram na língua gaélica (irlandês original). 80.000 habitantes e pelo último censo +- 1.000 brasileiros.
A Universidade Nacional da Irlanda, de 1865, está localizada aqui e isso a torna cidade essencialmente universitária.
Também conhecida como "Cidade das Tribos", pois em seu início, na Idade Média aqui viviam 14 famílias de comerciantes, cada qual com seu feudo. 
Cortada pelo Rio Corrib, em suas margens as pessoas passeiam, fazem pic-nic ou simplesmente deitam nos gramados.



  
Dia seguinte fomos de bicicleta para o centro pela "prom" que é como eles chamam a "promenade" ou calçadão.




Estava frio ... vocês podem ver que outras pessoas também estão de agasalho ... mas tinha um bocado de gente na água


Essa rampa não pertence a clube, é aberto a qualquer um que queira. Eu acho que o Silvano ficou com vontade mas não se animou a saltar 
 Outro que por aqui andou foi Cristóvão Colombo um pouco antes de zarpar para "descobrir" a América


O centro de Galway é concentrado em poucas ruas e muita diversão:pubs, bares, restaurantes, teatros e muita cor, flor, gente, artistas de rua, música!



Rua da muvuca : Quai St


O nome desse pub The Spanish Arch: remete aos tempos em que Galway possuía muralhas em seu entorno e comercializava principalmente com navios cargueiros espanhóis


Artistas de rua: essa moça fazia sapateado  tendo a vassoura como coadjuvante



Igreja de St Nicholas Collegiate

O que restou do Castelo, do século 14, na rua principal : atualmente ocupado pelo banco AIB  




O Pub ocupa esse mesmo endereço desde o século 16

Depois de um pint de cerveja ....essas senhorinhas aí do lado beberam bem mais que a gente ...




Como deu para perceber a rua tem basicamente pubs, pubs e ... pubs!
Comemos um fallafel numa barraquinha de feira de rua de lamber os beiços... muito bom.
Passamos no mercado para comprar o jantar e voltamos para casa pelo mesmo caminho à beira-mar.
Frio de noite e vento. Amanhã vamos embora de Galway. 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

75.dia - Registro (SP) - Florianópolis (SC)

44.dia - Serro - Milho Verde - São Gonçalo do Rio das Pedras - Serro

09 a 14-10-2017 - POA - Frankfurt - Madri