64.dia - Brasília

17.09.2011 - sábado
A ressaca aqui durou o dia todo (eu não bebi, mas também dormi o dia todo).
Depois das 16:00 rolou um miojão (que nojo...).
Quando o Silvano foi caminhar, castilho passou para combinar a galinhada de amanhã para inaugurar a "laje" do Ramos e Carmo.
 Liguei para o Centro Cultural Banco do Brasil e não tem mais ingressos para o show do Jorge Mautner: Maracatú atômico homenageando Raul Seixas.
Mas vamos assim mesmo tentar na boca do caixa.
O show era 21:00, chegamos as 20:00 e tinha filona dos "sem ingressos", sentadinhos esperando... entramos na fila ...
Venderam uns 15 ingressos e parou de novo. Depois venderam alguns convites de convidados que não vieram e o caixa fechou na nossa cara. O gerente: só lamento! Acabou oficialmente!
Ok. Mas ficamos ciscando por ali, olha de cá, olha de lá e na porta do teatro, 5 minutos antes de fechar vi 4 ingressos na mão da promotora. Fui perguntar se ela ia vender e ela: se na hora de fechar não chegarem vou distribuir. Candidatei-me a 2 ingressos e assim foi. Entramos na faixa e sentamos bem na frentinha.
No show além do Mautner, Nelson Jacobina, Kassin e ...o baterista esqueci (depois procuro e corrijo). Nelson está magérrimo, com aspecto de quem teve avc, muito doente. Procurei no google mas não achei nada sobre isso.
O show foi bem mautner: muita contação de história, histórias do Raul, ironias, filosofias...
Mas música de Raul Seixas necas, cantou (malzinho) Metamorfose ambulante e Mosca na sopa...e deu!!
Na saída comentários mil: não cantou Raul, não sabia a letra, e por aí vai. O show não era Mautner canta Raul,  então prá nós valeu.
Saímos de lá , fomos para o Armazém do Ferreira: 1 chopp e quibes.
Dormimos cedo pois tínhamos dormido pouco durante o dia.
Até amanhã.

Comentários

Inara disse…
baaah que legal, showzinho bom e de grátis!!

Postagens mais visitadas deste blog

75.dia - Registro (SP) - Florianópolis (SC)

44.dia - Serro - Milho Verde - São Gonçalo do Rio das Pedras - Serro

09 a 14-10-2017 - POA - Frankfurt - Madri