quinta-feira, 1 de setembro de 2011

47.dia - Diamantina - Biribiri - Diamantina

31.08.2011
O técnico da máquina de lavar veio cedo mas ele não tem a peça para trocar porque é 220. Por mais um tempo sigo lavando na mão...
Fomos para a Vila de Biribiri, distante 18 km de Diamantina, por estrada de terra, dentro de área de preservação ambiental.
História: Em 1870 o Bispo de Diamantina João Felício dos Santos criou a fábrica de algodão Santo e Cia, para oferecer alternativa econômica aos moradores da região após a decadência da mineração de diamantes.  Tornou-se uma vila auto-sustentável: casas para operários, alojamentos para moças solteiras, escola, armazém, barbearia, igreja do Sagrado Coração de Jesus (com relógio doado pela família real e o sino fundido na própria tecelagem) e energia própria (até hoje funciona com queda d´água). O maquinário veio dos EUA e nos anos 50 chegou a ter 1200 funcionários. Com a crise dos anos 70 a unidade fechou em 1973. Hoje ainda pertence a Estamparia S.A. e residem 6 pessoas.
Tem restaurante arrendado pelo Raimundo Sem Braço, com comida gostosa feita pela Andréia (costelinha com ora pro nóbis - verdura que depois de cozida fica meio gosmenta mas é bom...).
As casas podem ser alugadas para temporada, fora os turistas não ocorre mais nada por ali. Tem projetos de fazer um museu nas instalações da fábrica.
Tomamos banho de rio, almoçamos, conversamos com o Raimundo depois do almoço. Ele tinha restaurante em Diamantina, agora só tem em Biribiri.
Saindo dali fomos à Cachoeira dos Cristais, 2 quedas de 3m. cada. Essa época é de estiagem, as cachoeiras tem o volume bem reduzido de água, algumas vira um fio. Por aqui tem 2 estações: seca e chuvosa, a partir de dezembro começam as chuvas.
Todas as cachoeiras são geladas, bota água fria nisso. Eu entro um cisquinho, só prá dizer que entrou.
No parque tinha outras cachoeiras e poços mas não paramos.
Fomos ao mercado e ao centro. Como almoçamos muito bem agora a noite lanchamos.
Amanhã vamos partir com destino a Pirapora, 300 km daqui, à beira do Rio São Francisco (gosto muito desse rio)
Tchau e até amanhã.. 






Igreja Sagrado Coração



Cachoeira dos Cristais



  

Um comentário:

Inara disse...

eeeca, pescoço de peru!! que nojinho...